Sete práticas de segurança cibernética que toda organização deveria implementar - Security Boulevard

SBN Sete práticas de segurança cibernética que toda organização deveria implementar

Os dados são claros: houve um aumento de 25% nos ataques de ransomware no primeiro trimestre de 2020 em comparação com o quarto trimestre de 2019. Outros, como ataques de phishing e ataques de negação de serviço distribuído (DDoS), também estão assumindo formas mais sofisticadas. Dados da Atlas VPN mostram que o Google identificou um aumento de 350% em sites de phishing em 2020, de janeiro a março. Ainda mais alarmante é que 4,83 milhões de ataques DDoS ocorreram na primeira parte de 2020. Como você não pode implementar cada nova tecnologia de segurança imediatamente após o seu lançamento, é vital aplicar algumas práticas de segurança cibernética para fortalecer a rede da sua organização.

Aqui estão sete práticas recomendadas que você precisa incluir em seu plano de segurança. Recomendamos que comece com uma avaliação de risco de sua organização, que o ajudará a determinar a quais riscos ela está exposta, quais deles precisam de atenção imediata e como ajustar seu orçamento para atender aos requisitos de segurança.

DevOps Experience

Sugerimos que analise esta postagem sobre como avaliar os riscos em sua organização antes de continuar.

Configure sistemas de detecção antecipada de ameaças

Prevenir uma ameaça é melhor do que encontrar uma solução, e é vital que você detecte e interrompa as ameaças de entrada antes que elas infectem sua rede. Recomendamos que implemente uma análise de comportamento de usuário e entidade (UEBA) como um sistema de detecção e prevenção antecipada de ameaças. Com a UEBA, você pode construir uma linha de base que define os padrões normais de comportamento do usuário. Em caso de comportamento anômalo em sua rede, será informado instantaneamente. Isso é particularmente útil para impedir ataques internos. Sistemas de detecção de intrusão que sinalizam tráfego de rede malicioso são outra ótima estratégia. Um software antivírus também pode servir como uma defesa da linha de frente contra ameaças potenciais.

Monitore os acessos de alto nível a recursos críticos:

Cada organização terá usuários em funções altamente críticas; esses usuários podem ter privilégios de segurança mais altos para acesso a recursos confidenciais na rede. Embora privilégios de acesso maiores devam ser concedidos apenas com a verificação adequada, às vezes esse processo pode ser explorado e o resultado é uma ameaça interna. É importante monitorar para determinar se os recursos foram configurados incorretamente ou se informações não relacionadas à função de um usuário foram acessadas.

Configure a resposta automatizada a incidentes:

Criar um plano de resposta a incidentes que é executado quando uma ameaça é descoberta pode ajudar a contê-la impedir que infecte toda a rede. Você pode criar um plano de resposta a incidentes que seja exclusivo para cada incidente de segurança específico. Esse plano resultará em uma série de medidas de contenção e eliminação que evitam que uma ameaça potencial se espalhe e infecte a rede, e pode ser automatizado para que você se beneficie de uma reação imediata à ameaça.

Implementar detecção de ameaças de endpoints

A segurança de endpoint é um elemento crucial de qualquer plano de segurança cibernética. A proteção efetiva de seus dispositivos como servidores, laptops e desktops, inclui a configuração de firewalls, soluções antivírus e filtros de e-mail. Sua solução de endpoint deve ter detecção de ameaças e recursos de resposta automática, e você também deve expandir a proteção para seus recursos em nuvem.

Tenha regras de correlação eficazes em vigor

Quando você tem o monitoramento de rede 24 horas por dia, 7 dias por semana, vários registros gerados podem não parecer relevantes. As regras de correlação ajudam a identificar incidentes de segurança em sua rede e a estabelecer um padrão entre eles. Isso ajuda você a ter uma visão geral e identificar uma ameaça potencial. Muitas soluções SIEM fornecem a opção de criar regras de correlação personalizadas que podem ser adaptadas para atender às necessidades de sua empresa e sua estratégia de risco de segurança. Uma estrutura de regras integradas pode ajudá-lo a começar.

Aplique princípios de privilégio mínimo

Uma prática recomendada é conceder o mínimo de privilégios a cada usuário necessário para seu trabalho diário. Essa é uma forma de limitar as possibilidades de ameaças internas e os efeitos adversos do comprometimento de uma conta. Crie categorias de contas nas quais os usuários serão classificados com base nos privilégios que recebem. Uma política de privilégios mínimos diminui a superfície de ataque e evita a propagação de malware para aspectos mais críticos da rede.

Use a autenticação multifator para usuários em seu domínio

Com um software de quebra de senhas disponível, não é difícil para os hackers obterem uma senha. Você precisa de mais de uma maneira de autenticar usuários em seu domínio. Outras autenticações podem ser feitas por meio de respostas rápidas (QRs), notificações push e autenticações de linguagem de marcação para autorização de segurança (SAML). O ADSelfService Plus da ManageEngine oferece uma variedade de técnicas de autenticação multifator. As autenticações por meio de modos alternativos tornam difícil para os atores de ameaças personificarem sua identidade, mas as multifatoriais fazem parte de muitas leis de conformidade, então esse é outro item retirado de sua lista de verificação de conformidade.

Resumidamente, essas sete práticas não são uma lista completa, mas definitivamente são práticas que devem fazer parte do seu plano de segurança cibernética. Assim como as ameaças evoluem, as suas medidas de proteção devem estar sempre acompanhando esse movimento, de acordo com as necessidades dos negócios e que novas ameaças aparecem constantemente.

Saiba mais sobre segurança cibernética e como proteger suas senhas com as ferramentas da ManageEngine. Entre em contato conosco para marcar uma demonstração personalizada!

The post Sete práticas de segurança cibernética que toda organização deveria implementar appeared first on ManageEngine Blog.

*** This is a Security Bloggers Network syndicated blog from ManageEngine Blog authored by Nayla Loik. Read the original post at: https://blogs.manageengine.com/portugues/2021/02/27/sete-praticas-de-seguranca-cibernetica-que-toda-organizacao-deveria-implementar.html